Como Projetos Integradores Podem Melhorar a Educação a Distância

Com o sucesso cada vez maior da educação a distância, muita gente tem se perguntado como projetos integradores podem melhorar a educação a distância e o Segunda Começa não ia te deixar de fora desta.

Com a pandemia da Covid-19, as aulas a distância se tornaram uma opção também para quem já estava na modalidade presencial de ensino.

Com o aumento da demanda e a inclusão de outros grupos de alunos na educação a distância, acaba surgido esta grande questão: como projetos integradores podem melhorar a educação a distância

Antes de entender como projetos integradores podem melhorar a educação a distância, vamos falar um pouco mais sobre estes projetos.

O que são projetos integradores na educação a distância?

Como Projetos Integradores Podem Melhorar a Educação a Distância
Como Projetos Integradores Podem Melhorar a Educação a Distância

Como sempre, vamos por partes porque o Segunda Começa gosta de tudo explicadinho!

Então, antes de entender como projetos integradores podem melhorar a educação a distância, vamos saber o que são estes tais projetos.

O projetos integradores na educação a distância são mecanismos que objetivam absorver alguns componentes curriculares para motivar alunos de todas as idades e níveis de escolaridade a criarem algo concreto e a desenvolverem habilidades.

Durante o período em que estão tentando criar algo, nasce também outro tipo de conhecimento o senso de responsabilidade social, capacidade de planejamento e o desenvolvimento de habilidades técnicas e comportamentais.

Agora que estamos por dentro do que são os projetos integradores, vamos ver como as instituições podem incentivar os projetos integradores para melhorar a educação a distância.

Porque os projetos integradores são tão importantes?

Os projetos integradores já eram uma necessidade há um certo tempo mas a pandemia do ano de 2020, com o ensino remoto emergencial, mostrou que ainda há muitos problemas no processo de aprendizagem a distância.

Assim, a questão de pomo projetos integradores podem melhorar a educação a distância se torna ainda mais evidente.

A educação a distância pode contar com muitas atividades, conteúdos e exigir cada vez mais tempo não só de alunos, mas de professores e das instituições.

Os projetos integradores são uma forma de absorver alguns conteúdos curriculares e de aglutinar as partes mais relevantes, motivando os alunos a criarem um protótipo ou algo concreto com relação a sua aprendizagem.

É uma forma de terminar o semestre com a sensação do dever cumprido e com algo concreto do qual se orgulhar.

De que maneira uma instituição pode incentivar os projetos integradores?

Existem maneiras diversas para incentivar os projetos integradores na educação a distância.

Uma das mais eficientes, consiste na união de diferentes disciplinas. Antes de tudo, é preciso planejar coletivamente, com os professores e selecionar os conteúdos que podem ser utilizados nos projetos.

A seleção dos conteúdos é essencial para o processo de aprendizagem proposto pelo projeto integrador.

Como implantar em sua instituição um projeto integrador?

Como Projetos Integradores Podem Melhorar a Educação Distância
Como Projetos Integradores Podem Melhorar a Educação Distância

Aqui, não importa se você é aluno, professor ou diretor de uma instituição, é hora de pôr a mão na massa.

Agora que você já sabe como projetos integradores podem melhorar a educação a distância mas ainda não tem a sorte de ter este projeto em sua instituição, o Segunda Começa vai te dar uma fórmula básica que vai caber como uma luva na sua vida acadêmica:

1 – Convença colegas e o corpo técnico

Aqui é como se fosse a etapa da sensibilização. Tanto os alunos quanto os professores serão incentivados a participar do projeto integrador e saber como projetos integradores podem melhorar a educação a distância.

Você pode utilizar as plataformas do ensino a distância como fóruns, murais e conversar com professores e a direção.

Depois é só organizar o cronograma das atividades, que deve ser publicado pela direção da instituição.

2 – Planejar é preciso

Aqui é a hora de definir como tudo vai acontecer. É uma tarefa obrigatória? É uma competição opcional? Vai ter premiação? Quais os critérios da avaliação? Quais as datas de entrega, inscrição… Planeje!

3 – Mão na massa!

Agora é hora de começar o projeto e para isto, é preciso seguir as etapas já planejadas.

Cumpra o cronograma e siga as etapas definidas.

4 – Finalizando o projeto

Se foi decidido que é uma competição, é hora da entrega, avaliação e premiação dos melhores colocados.

Se for uma etapa obrigatória para o semestre, é importante fazer uma exposição de fotos com ficha técnica explicando os objetivos e as etapas para que outras pessoas possam se inspirar com os projetos integradores da sua instituição.

O Segunda Começa tá doido para saber como você faria projetos integradores podem melhorar a educação a distância na sua instituição. Conta pra gente?

E não esqueça: segunda é um lindo dia para começar uma vida nova.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.